Águas Residuais

Com 131.057 clientes de saneamento, Águas de Gaia EM, SA assegura uma taxa de cobertura efectiva de 84% do território do concelho de Gaia.

O sistema é composto por uma extensa rede de saneamento, com 1.250 Km e 53.543 ramais de ligação, dividido em 5 bacias de drenagem, Areinho, Crestuma, Gaia Litoral, Febros e Lever, confluindo cada uma para a respetiva ETAR (estação de tratamento). As 5 ETAR instaladas no Município são hoje geridas por Simdouro, SA, bem como infraestruturas complementares de transporte, designadamente emissários, intercetor marginal e exutor submarino.

Para vencer os desníveis topográficos acentuados, existentes em cada uma das bacias de drenagem de águas residuais, foram também implantadas diversas estações elevatórias de águas residuais, estando 63 unidades sob exploração da empresa. A ligação à rede de saneamento traduz-se numa melhoria da qualidade de vida e ambiental do local de residência e do município em geral, por isso contamos com a adesão de todos, dispondo a empresa de um serviço de atendimento personalizado para o efeito, Secretariado de Águas e Esgotos (SAE) e de colaboradores da área técnica que no local prestam os esclarecimentos necessários e acompanham o desenvolvimento das obras de ligação.

Se pretende informações sobre as ETAR, por favor consulte: simdouro.pt

Águas Residuais Pluviais

Os fenómenos associados às alterações climáticas e o crescimento das áreas urbanas, com aumento da área impermeabilizada dos solos, provocaram significativos acréscimos dos caudais das águas pluviais, potenciando a ocorrência de inundações e danos materiais, colocando também em causa a segurança das populações.

Nesta perspetiva, uma adequada gestão da rede de águas pluviais torna-se fundamental na gestão das áreas urbanas.

Em Vila Nova de Gaia, a rede de águas residuais é separativa, permitindo, por um lado, a devolução das águas não contaminadas aos sistemas naturais e, por outro, o encaminhamento para tratamento das águas residuais domésticas e industriais.

Em Gaia, o sistema de águas pluviais é constituído por 485 Km de rede autónoma.